O MELHOR PUDIM DE LEITE DO MUNDO

Uma das principais características da cultura japonesa é a repetição. Levada à exaustão, a prática repetitiva leva à perfeição. Não tenho descendência nipônica, apesar de simpatizar muito com a cultura, mas minha mãe já sabia disso por intuição. Desde a mais tenra idade me lembro da parentada à mesa do almoço domenical, ainda com os espetos de churrasco e galetos, ansiarem pela hora das sobremesas que além de outras coisas não podia faltar o pudim de leite. Furadinho, firme, doce no ponto, e com uma camadinha de coco que faz toda a diferença. “Zelinha, depois me passa a receita desse pudim porque o Zé Paulo só come se for este pudim.” Minha tia Orilda, também cozinheira de mão cheia, pedia a fórmula mágica para fazer um agrado extra à família. Numa outra ocasião, escutei minha tia confessando desapontadíssima para minha mãe que o marido havia aprovado o pudim que ela fez com tanto carinho, mas que não estava igual ao da “Zelinha”. Depois de observar atentamente como minha mãe faz o pudim, tentei passar aqui a receita fielmente e espero que gostem.

Pudim de leite

PUDIM DE LEITE:

Considerações: a) Vamos precisar de uma forma/panela especial para pudim. É uma forma redonda, com um cone no meio que encaixa perfeitamente em uma panela para cozinhar em banho-maria e vem com tampa. Os franceses tem uma sobremesa chamada Crème Caramel, que se parece com o nosso pudim, mas ao contrário, prezam pelo cozimento lento no forno garantindo que o creme fique compacto, sem furinhos.  Esta panela especial, depois de completada com água e tampada, vai para a boca do fogão e cozinha em banho-maria por uma hora, em fogo alto para formar os tão desejados furinhos onde a calda de caramelo se deposita.

b) Use ingredientes de boa qualidade e integrais. Assim garante uma consistência firme e sabor inigualáveis. Sempre pensei que já que é para “pisar na jaca”, tem que valer à pena!

Ingredientes:

* 1 litro de leite integral

* 2 latas de (395 g) de leite condensado moça

* 4 ovos caipiras grandes ou 5 ovos caipiras pequenos

* raspas de 1 limão (opcional)

* 3 colheres (sopa) de coco ralado seco (essencial!!!)

* 5 colheres (sopa) de açúcar (para caramelizar a forma)

Preparo: Seque bem a forma e leve para o fogo. Coloque o açúcar e começar a derreter, segure a forma com um pano e vire de um lado ao outro para o açúcar derreter uniformemente, faça um caramelo escuro. Reserve.

Divida os ingredientes em duas partes e bata tudo no liquidificador, exceto as raspas se for o caso, misture-as fora no liquidificador. Enche a panela de banho-maria com água até a metade. Insira a forma caramelada e despeje a mistura do pudim. Tampe e leve para cozinhar por 1 hora. A água do banho-maria tem que estar sempre pela metade e borbulhando o tempo todo. Deixe esfriar e leve para gelar por pelo menos 8 horas. Vire o pudim na travessa de servir e escute os elogios!

Anúncios
Comments
6 Responses to “O MELHOR PUDIM DE LEITE DO MUNDO”
  1. Cris Leite disse:

    O Chef fiquei toda toda com seu comentário lá no blog da mestar Roberta Sudbrack sobre o meu comentário. Vamos trocar receitas etemperos, ok? Apareça lá no blog: http://www.chefcrisleite.com
    Bjs temperados Cris

  2. Beat the way disse:

    Nossa que vontade, fiquei pensando que a outra parte do pudim eu tinha comido… hum, que tal um desse pra sexta-feira??
    rsrsrsrsrsrsrsrs.
    Beijos e parabéns pelo blog, cada dia mais legal.

  3. Vanessa disse:

    Agora sim, o pudim da tia,srrsrsr, pelo menos a receita é bem parecida com a dela….bjs primo!

  4. Paulo RT disse:

    Minha receita é parecida com a tua, com leite integral, claro, só não experimentei com o coco ralado.
    Sempre busquei fazê-lo liso, sem furos, pois gosto da textura lisa. Mas confesso que fiquei surpreendido com uma frase que falou:

    “para formar os tão desejados furinhos onde a calda de caramelo se deposita.”

    Nunca pensei nisso, sobre o caramelo penetrar.
    E realmente sempre jogo o máximo de caramelo por cima. Preciso fazer assim e ver se é o que está parecendo.
    Obrigado por compartilhar um segredo de família.

    • chefmarcelorodrigues disse:

      Paulo,

      Também aprendi que os furinhos são um erro grande de controle de temperatura. Os estéricos chefs franceses morreriam ao ver minha mãe preparar a panela de banho-maria e ligar no máximo. Até parece uma maria-fumaça de tanto vapor que sai. O resultado, furinhos recheados com caramelo…erro?!!!

      Para deixar o pudim mais liso, é só deixar a massa descansar por 10 minutos antes de colocar para assar. Uma espuma vai se formar na superfície, então retire essa espuma com uma escumadeira e isso vai garantir um pudim mais compacto.

      Abçs e obrigado pelos comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: