ARROZ DOCE BRÛLÉE E COM CANELA

Rendimento: 12 porções

Grau de dificuldade: fácil

Tempo de preparo: 1 hora e 30 minutos + 2 horas de geladeira

INGREDIENTES:

800 ml de água

1 pedaço de 5 cm de casca de laranja inteira (sem a parte branca)

1 pedaço de 5 cm de casca de limão inteira (sem a parte branca)

2 pedaços de canela em pau

300 g de arroz agulhinha sem lavar

1,2 lt de leite integral

300 ml de creme de leite fresco

360 g de açúcar

20 g de canela em pó

Açúcar cristal para caramelizar

12 ramos de hortelã para decorar

PREPARO:

1. Coloque a água, as cascas dos cítricos e a canela em pau numa panela e leve para ferver. Quando ferver conte 1 minuto e junte o arroz. Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a panela semi-tampada até secar a água.

2. Acrescente o leite, o creme de leite e o açúcar e deixe levantar fervura. Abaixe o fogo e deixe cozinhar até engrossar e começar a formar um creme tipo “mingau” nas bordas da panela, aproximadamente 30 minutos.

3. Deixe esfriar, distribua entre refratários individuais e leve para gelar por pelo menos 2 horas.

4. Para servir, salpique com a canela em pó e decore com os ramos de hortelã.

5. Se quiser variar, salpique o topo com açúcar cristal e queime com maçarico para ficar umas casquinha de caramelo “arroz doce brûlée”.

ARROZ DOCE BRÛLÉE E COM CANELA

Anúncios
Comments
4 Responses to “ARROZ DOCE BRÛLÉE E COM CANELA”
  1. Paulo RT disse:

    Minha namorada AMA arroz doce e AMA crème brûlée.
    Unir os dois… Claro! Perfeito.

  2. HILDA MARIA ASTORI disse:

    Oi Marcelo tudo bem? Não nos comunicamos faz um tempinho,estive um pouco ocupada, e breve vou para o Acre ver meu netinho, mas antes farei sua receita de arroz doce, a minha é parecida com a sua só que menos linda.Volto a escrever depois de degusta-la. Abraços e muitos sabores divinos.

    • chefmarcelorodrigues disse:

      Oi, Hilda! Fico feliz em saber que, mesmo esporadicamente, você me acompanha. O segredo de toda receita de arroz doce é cozinhar bem o amido para dar cremosidade. Espero que goste desta minha receita. Estou com nossas receitas para postar, mas sem tempo. Beijos e boa viagem!

      • HILDA MARIA ASTORI disse:

        Não se afobe, tudo flui a seu tempo; vou lhe confessar um segredo: sinto-me lisonjeada em encontrar o Cumbuca Cheia” versos o Chef Marcelo”, é muito bom essa troca de amizade em algo que apreciamos muitíssimo; a arte divina de cozinhar. Fui procurada por uma senhora que conheci no Acre, na cidade de Feijó, onde meu filho que é dentista está morando, nossa origem é do Rio de Janeiro;. essa senhora é dona de um Hotel e restaurante na cidade , fui com a familia almoçar lá, e, nos aproximamos pelo gosto da cozinha, passei algumas receitas para ela adicionar no almoço do restaurante que é simples e com uma comida típica da região sem nenhuma variedade, o que mais me chamou a atenção foi um único prato fora da realidade deles o pato ao molho pardo ( eles chamam de pato no sangue), não experimentei porque no dia não tinha, mas dizem que é bom.No mes de fevereiro ela me ligou e pediu para eu levar uma receita diferente com pato,gostaria, se voce pudesse enviar uma receita simples sem muita sofisticação porque os ingredientes lá são bem restritos agradeceria,nunca fiz pato,minha mãe fazia muito bem,sem receita.Agradeço muito a atenção e o carinho;viajarei no dia 20.Abraços e mais sucessos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: